domingo, 11 de dezembro de 2016

TAG LITERÁRIA | Feitiços de Harry Potter

Olá Oblivions
Hoje pensando o que trazer para o blog, acabei optando por uma TAG, queria trazer algo diferente... Como estou relendo a saga de Harry Potter, decidi, então, por uma tag sobre o tema e foi rodando pela internet  que encontrei essa no blog Vicio de Leitura que tem relação aos feitiços desse mundo mágico e sobre os livros que definem cada um. Então, vamos lá!

       1. Expectum Patrono: Um livro de infância relacionado com boas lembranças.

Para esse feitiço vou escolher, Um girassol na janela, de Ganymédes José. Foi o primeiro livro que eu tinha ganho e eu era apaixonada por ele, e tenho um carinho muito mais especial pelo fato dele ter sido dado a mim pela minha mãe que gostava de incentivar minha leitura, inclusive é uma história bem bonitinha, li muito ele.



       2. Experliarmus: Um livro que te pegou de surpresa.

Foi complicadíssimo decidir qual colocar aqui, porque acabo sempre me surpreendendo com diversos livros, no fim acabei optando por Capitães da Areia do Jorge Amado, porque sempre tive muito pé atrás com livros nacionais que na maioria das vezes decepciona e era o que eu esperava deste e foi aqui que "quebrei minha cara" porque na verdade é um livro excelente com uma história muito envolvente e personagens cativantes. 



       3. Priori Incantatem: O último livro que você leu.

Como já lhes disse previamente, estou relendo a saga Harry Potter, por isso minha última leitura finalizada foi Harry Potter e a Pedra Filosofal, da J.K. Rowling, e está sendo prazeroso ler os livros de novo pois já tem anos que tinha lido.



       4. Alohomora: Um livro que te apresentou um gênero que você não tinha considerado antes. 

Essa foi uma categoria que tive de pensar muito também, pela razão de que leio muito, vasculhando no meu Skoob me recordei de Unhas do Paulo Wainberg, nunca fui de ler mistério policial porque sou muito chata nesta questão, nunca me interessei neste gênero, até ter uma curiosidade por este livro, li e me apaixonei, é muito interessante, uma novidade que surpreendeu.



       5. Riddikulus: Um livro engraçado

Quando penso em livro engraçado, não posso deixar de dizer em Fiquei Com Seu Número, da Sophie Kinsella, as risadas são garantidas do início ao fim, Poppy (a personagem principal) é hilária e se mete em situações muito cômicas. LOL!!!



       6. Sonorus: Um livro que todos deveriam conhecer.

Não poderia ser outro, que não, O Diário de Zlata, da própria Zlata Filipovich, nele ela conta toda a sua história de sobrevivência na guerra, sem água, luz, comida, roupa é um livro muito emocionante que nos faz refletir sobre as injustiças do mundo, onde crianças precisam perder sua infância para ganhar a vida. E é acima de tudo um livro de superação. Quase ninguém fala, mas acho que merece destaque.



       7. Obliviate: Um livro ou spoiler que você queria ter esquecido.

Este é um livro que eu tinha muitas expectativas e que depois foram frustadas, falo de Quem é você Alasca?, do John Green. Primeiramente, uma amiga maravilhosa, tinha me indicado e logo depois me deu um spoiler gigante ¬¬' o que já tinha me destruído, então, ficou pior quando a estória não me envolveu, me decepcionando bastante. 



       8. Imperio: Um livro que você teve que ler para a escola.

Além de ter lido para a escola, ainda tive de encenar na aula, vergonha alheia. Este foi: Senhora, de José de Alencar, é um romance até interessante, com um tema tabu para aquela época no Brasil, mas a leitura é um pouco arrastada, mesmo assim é um clássico nacional.


       9. Crucio: Um livro que foi doloroso de ler.

Eu gosto de incentivar os autores nacionais novos, mas Spell - O Diário, da Lana Oliveira não tem como defender, a leitura é uma tortura, os personagens são bobos, os romances se desenvolvem em uma velocidade surpreendente, após um breve "oi" já estão dizendo que se amam, o rumo que a estória leva bera ao ridículo, fui guerreira para ir até o fim. 


       10. Avada Kedrava: Um livro que pode matar

O primeiro livro que me veio a mente, foi Harry Potter e as Relíquias da Morte, mas por ser clichê demais, achei melhor escolher Convergente, da Veronica Roth, porque "matou" as minhas expectativas, foi um tiro no meu peito, nunca esperava aquela revira volta, foi chocante e quanta lágrima derramei, só não foi mais que o dito anteriormente, mesmo assim, me destruiu.



Espero que tenham gostado, e que leiam os livros mencionados, valem a pena!

Beijos

terça-feira, 6 de dezembro de 2016

| Resenha | A Canção de Annie - Catherine Anderson

Título Original: Annie's Song

Autora: Catherine Anderson

Número de Páginas: 416

Ano: 1996

Editora: Avon Books

Idioma: Inglês

Gênero: Romance Histórico

Formato: Edição Econômica







Sinopse: Somente seu dom de amar pode curar
Annie Trimble vive em um mundo solitário que ninguém entra ou entende. Tão delicada e bonita como as flores macias da primavera de Oregon, ela é evitada por uma cidade que não a compreende.
Mas a crueldade não consegue destruir o amor que Annie possui em seu coração.
Quando Alex Montgomery toma conhecimento das injustiças que a doce Annie vem sofrendo, ele promete fazer o que for preciso para consertá-lo - mesmo que isso signifique se casar com ela. Ele nunca sonhou que iria se apaixonar por sua inocência infantil, seus encantos femininos e a maneira maravilhosa que ela vê o mundo, como Alex se torna cativado pela doce canção de amor da Annie.


O que é esse livro, minha gente? Meu Deus, estória mais linda e maravilhosa, é aquele tipo de romance que te faz grudar em cada página e apaixonar pelos personagens, para se ter uma noção da minha loucura, li ele TODO em dois dias. Muita obsessão! 

Basicamente, o livro conta a estória de Annie Trimble que para a sociedade da época é considerada como uma idiota (esse é o termo que usam), ou seja uma pessoa com deficiência mental, pois ela vive de uma forma bem infantil e o pior é maltratada pela família, mas o que ninguém sabe é que na verdade a sua única deficiência é a surdez. Annie então, em um de seus comuns passeios sozinhas, é abusada sexualmente, a partir desse ocorrido, Alex Montgomery, que é irmão mais velho do rapaz que abusou dela, decide dar todo apoio a família e Annie, e devido ao uma gravidez da mesma, decide que o mais correto é se casar com ela e depois que tiver o bebê, devolvê-la à família e ficar com o bebê.

O mais bonito do enredo é como todo o romance se desenvolve, Alex aos poucos vai descobrindo a verdade sobre o problema de Annie e começa a ajudá-la de todo jeito possível, no começo a Annie tem muito medo dele, mas com muito cuidado e carinho, ele vai ganhando aos poucos espaço no coração dela. 

Quem já leu, vai entender o porque da imagem - Foco na panela 😄

O livro é muito divertido, porque tudo para a Annie é novidade, principalmente a gravidez, o mais engraçado é quando o Alex tenta ensinar a ela o básico e como ela interpreta depois (Altas risadas garantidas kkk). Preciso destacar também, que há uma enorme possibilidade de você se apaixonar completamente e irrevogavelmente pelo Alex, e implorar a Deus para encontrar alguém igual, ele até estuda língua de sinais para ensiná-la e para se comunicar com ela... #FofoDemais

— É, sem lugar a dúvidas, a garota mais bonita e encantadora que já vi em toda minha vida. 
 Annie pôs uma mão sobre seu ventre inchado, afastando o olhar. Alex se inclinou para ela, de tal maneira que voltaram a ficar frente a frente.
— Ponha-me junto a quarenta mulheres magras e me dê a possibilidade de escolher uma, e sem dúvida nenhuma escolherei você.  

Vale muito a pena ler este livro, altos índices de suspiros, o único problema é que não foi traduzido, ainda, para o português, mas recomendo muito procurarem, não haverá arrependimentos. 


O que acharam? Gostariam de levar o Alex para casa? Comentem aí.

 Beijos

segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Comprinha da Black Friday | Box Harry Potter


Creio que todos estavam muito ansiosos com a Black Friday esse ano, dia este que chegou ao gosto do brasileiro, que espera o ano todo para comprar aquele "produto desejado que esteve namorando" com uma promoção incrível. E como a ávida leitora que sou, todo ano espero essa data para comprar vários livros e este ano não foi diferente (Apesar, de que esses 2 anos agora 2015 e 2016, não foram bons em quesito a ofertas incríveis)

Mesmo assim, consegui o meu tão aguardado, box de Harry Potter, que sempre estão com os preços lá no alto, a SUBMARINO me surpreendeu com uma oferta maravilhosa nesse box lindo de capa dura e branca, que me custou R$87,91. Quando eu vi, surtei, eu precisava comprá-lo na hora, porque sempre que eu olhava, os kits sempre custavam R$150,00... R$250,00... R$300,00... Era tudo ou nada naquela hora e me rendi.  O melhor ainda estava por vir, a Submarino conseguiu me surpreender com a entrega super veloz, no acompanhamento de pedido estava previsto chegar no dia 19/12 e recebi no dia 02/12... GRITOOOOOOO, era até para ter feito um post antes mas acabei colocando outros na frente. Em fim, preparem-se para vomitar arco-íris. 

Primeiro, este é o print do box com o preço atual (Foi ou não foi uma bagatela?)
Link para comprarem: http://www.submarino.com.br/produto/129355814?oferta=3132393335353832322e30303737363537343030303636302e4e4557
Vou colocar umas fotos com mais detalhes aqui para vocês: 






 As capas maravilhosas 😍




Como a ansiedade estava demais, já estou relendo a série. 💗💗




E aí, gostaram do box? Se esbaldaram muito nesta Black Friday?

Beijos

sábado, 3 de dezembro de 2016

| Filme | A Orfã (2009)

Data de Lançamento no Brasil: 04/09/2009

Direção: Jaume Collet-Serra

Roteiro: David Leslie Johnson, Alex Mace

Elenco: Vera Farmiga, Peter Sarsgaard, Isabelle Fuhrman e mais...

Gênero: Suspense, Terror

Nacionalidade: EUA


Minha Nota:

Sinopse: Kate (Vera Farmiga) e John Coleman (Peter Sarsgaard) ficam arrasados devido a um trágico aborto. Apesar de já ter dois filhos, Daniel (Jimmy Bennett) e a surda muda Maxime (Aryana Engineer), o casal decide adotar uma criança. Durante uma visita a um orfanato, os dois se encantam pela pequena Esther (Isabelle Fuhrman) de nove anos e optam rapidamente por sua adoção. O que eles não sabiam é que estranhos acontecimentos fazem parte do histórico da menina que passa a se tornar, dia após dia, mais misteriosa. Intrigada, Kate desconfia que Esther não é quem aparenta ser, mas devido ao seu passado de alcoolismo tem dificuldades de provar sua teoria.



Que grande filme, se eu soubesse que iria me deparar com tal maravilha cinematográfica, teria assistido a muito tempo. Enfim, antes tarde do que nunca, dizem os grandes.

O filme, conta a história de um casal que depois de perder uma filha por aborto, decidem que devem adotar uma nova criança, eles já tinham dois filhos e trazem de um lar adotivo a enigmática Esther, que até então era uma garotinha adorável, só que ao decorrer da convivência com ela, a mãe Kate começa a estranhar o comportamento da menina que não é normal, sua personalidade se mostra totalmente psicopata. E é a partir disso que  a Kate se vê em uma situação onde precisa salvar sua família.



Não ouso declarar esse filme como um thriller de terror, diria que é mais suspense. Este, possui um "quê" de angustia que te deixa envolvido completamente na trama, a vontade de entrar na tela e fazer algo é agoniante. Por isso, devo ressaltar a grandiosidade dos atores, que foram incríveis, principalmente a Isabelle Fuhrman que foi brilhante no papel da Esther que na época tinha a tenra idade de 12 anos e deu um show de atuação, na verdade eu aplaudiria todas as crianças, foram sensacionais, a Aryana Engineer que interpretou uma criança surda-muda, sem palavras para ela.

Devo admitir que é um filme bem "forte", considerando que foi protagonizado por crianças, mas não deixa de ser envolvente, e posso dizer que é extremamente difícil não ficar ansioso(a) para descobrir o que há de errado com a garota. Simplesmente, sensacional!



Trailer

E vocês, já assistiram A Órfã? Quero saber a opinião de cada um!


Beijos



quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

| Resenha | Forever Black - Sandi Lynn

 
Título Original: Forever Black

Título no Brasil: Black para Sempre

Autora: Sandi Lynn

Série: Trilogia Forever #01

Número de Páginas: 256

Ano: 2015

Editora: Valentina

Idioma: Português





Sinopse: 
O primeiro livro gira em torno de Ellery, que sempre imaginou que seu futuro estaria ao lado de seu namorado perfeito e seus felizes para sempre estava garantido. Entretanto, quando ele faz suas malas e pede espaço, ela vê seu mundo ruir e decide focar somente em suas pinturas e desistir de relacionamentos, até que em uma noite ajuda um homem completamente bêbado a chegar a sua casa em segurança. Um homem que logo estará disposto a brigar por um futuro ao lado de Ellery e apoiá-la quando seu mundo estilhaçar novamente.


Possuo uma história com esse livro, alguns anos atrás,eu comecei a lê-lo e abandonei (não me lembro exatamente porque, pois tinha gostado na época), então este ano, vendo ele, decidi dar uma segunda chance e aí vem a minha opinião um tanto quanto divergente. Vocês irão entender no decorrer da resenha. 

Primeiramente, não é um livro ruim, mas também não é um livro maravilhoso, (confuso, eu sei), por isso dei 3 estrelas. O grande "quê" foi a quantidade de clichê do livro, aquela mesma temática típica dos NA (New Adult), CEO multimilionário, jovem, bonito (entende-se hot) ele nos mostra: aquela necessidade de controlar tudo e todos, trauma da adolescência, ex maluca, e principalmente, não quer compromisso sério, e então aparece a mocinha que vai revirar o mundo dele - Diga-se que a Ellery me surpreendeu pela personalidade forte que tem.

Mas vamos a história do livro... O livro desenvolve-se no ponto de vista da Ellery, que é uma garota que passou por muitos "baques" na vida em tenra idade, o que lhe fez uma pessoa muito independente, que sabe enfrentar os problemas da vida com determinação, inclusive a mesma está em uma situação preocupante na estória. Ela possui uma amiga, Peyton, linda de morrer, é claro, que a leva a um clube/bar para distrair a mente do mais recente sofrimento e é lá que conhece o grande e magnifico Connor Black, o problema é que ele não está nas melhores condições, diga-se sóbrio e é expulso do clube. Então, a nossa protagonista decide levá-lo para casa para ter certeza que está bem (Adendo: Ela nem conhece o cara e vai com ele para a casa dele) e lá passa a noite cuidando dele, até a manhã onde ele é grosseiro com ela e a mesma o enfrenta com garra antes de ir embora e é daí que se desenvolve toda a história dos dois.


Cada um dos dois possui um segredo, que não contam um ao outro, inclusive o de Elle é tocante, e o Connor é um fofo com ela (apesar das diversas brigas, inclusive algumas sem sentido) e não desiste por nada, o que é um ponto positivo para ele.

Meu grande problema com a estória é como as coisas acontecem rápido (acho inaceitável), dizer que te amo sem nem ter tipo um relacionamento previamente, não compreendo, sou cética mesmo. Como disse antes, eles tem brigas do nada, por questões muito bobas, que faz da Elle, até então uma personagem muito forte, se tornar muito imatura e insegura, e digo o mesmo sobre o Connor. Tive inclusive que ser muito guerreira para continuar, porque a vontade de desistir foi grande.

No mais, recomendo o livro, é um romance água com açúcar, apesar das cenas picantes, a leitura é rápida, com capítulos curtos e te deixam um pouco curiosa(o). Com um final bem especial, vale a pena você tirar suas próprias conclusões.

"Eu te amo não só pelo que você é, mas pela pessoa que me tornei por sua causa. Este é o meu para sempre para você."
 Então, o que acharam? Tiveram vontade de ler o livro? Quero a opinião de vocês!

Beijos

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

E agora, José?

Sejam todos muito Bem Vindos,

Imagino que seja dessa maneira que se deva iniciar um post, não sei. "Ok, acabo de mostrar certa insegurança nesse inicio, relevem"... Acho que seja melhor eu começar me apresentando:
Meu nome é Rayanny Cordeiro, tenho 24 anos de idade, sou formada em Arquitetura e Urbanismo, fã invicta de Harry Potter e tenho uma enorme paixão por livros, inclusive tenho uma coleção descente deles. Sou mineira, da cidade de Montes Claros "eu sei que você já ouviu falar sobre aqui", gosto muito de filmes e séries e sou muito apegada a minha família. (Resumo Breve).

O  intuito de criar esse blog, veio tanto da minha ociosidade, quanto do momento difícil que passei este ano com a perda da minha mãe, ela sempre teve esse sonho de ter um blog comigo, mas sempre enrolei, "como uma boa filha que sou", e estou fazendo disso uma realidade, agora. Talvez seja tarde ou talvez não, apesar da tristeza e do choro, quero levar em frente esse desejo que passou a ser meu.

Este será, principalmente um blog literário, para dividir um pouco essa minha paixão por leitura e quem sabe seja este um incentivo ao hábito da leitura para as pessoas. Portanto, este será um espaço para você se sentir mais perto da magia dos livros e também dividir um pouco meus pensamentos com todos vocês.

Finalizo com uma frase do célebre Carlos Drummond de Andrade:
"A leitura é uma fonte inesgotável de prazer, mas por incrível que pareça, a quase totalidade, não sente esta sede."