terça-feira, 6 de dezembro de 2016

| Resenha | A Canção de Annie - Catherine Anderson

Título Original: Annie's Song

Autora: Catherine Anderson

Número de Páginas: 416

Ano: 1996

Editora: Avon Books

Idioma: Inglês

Gênero: Romance Histórico

Formato: Edição Econômica







Sinopse: Somente seu dom de amar pode curar
Annie Trimble vive em um mundo solitário que ninguém entra ou entende. Tão delicada e bonita como as flores macias da primavera de Oregon, ela é evitada por uma cidade que não a compreende.
Mas a crueldade não consegue destruir o amor que Annie possui em seu coração.
Quando Alex Montgomery toma conhecimento das injustiças que a doce Annie vem sofrendo, ele promete fazer o que for preciso para consertá-lo - mesmo que isso signifique se casar com ela. Ele nunca sonhou que iria se apaixonar por sua inocência infantil, seus encantos femininos e a maneira maravilhosa que ela vê o mundo, como Alex se torna cativado pela doce canção de amor da Annie.


O que é esse livro, minha gente? Meu Deus, estória mais linda e maravilhosa, é aquele tipo de romance que te faz grudar em cada página e apaixonar pelos personagens, para se ter uma noção da minha loucura, li ele TODO em dois dias. Muita obsessão! 

Basicamente, o livro conta a estória de Annie Trimble que para a sociedade da época é considerada como uma idiota (esse é o termo que usam), ou seja uma pessoa com deficiência mental, pois ela vive de uma forma bem infantil e o pior é maltratada pela família, mas o que ninguém sabe é que na verdade a sua única deficiência é a surdez. Annie então, em um de seus comuns passeios sozinhas, é abusada sexualmente, a partir desse ocorrido, Alex Montgomery, que é irmão mais velho do rapaz que abusou dela, decide dar todo apoio a família e Annie, e devido ao uma gravidez da mesma, decide que o mais correto é se casar com ela e depois que tiver o bebê, devolvê-la à família e ficar com o bebê.

O mais bonito do enredo é como todo o romance se desenvolve, Alex aos poucos vai descobrindo a verdade sobre o problema de Annie e começa a ajudá-la de todo jeito possível, no começo a Annie tem muito medo dele, mas com muito cuidado e carinho, ele vai ganhando aos poucos espaço no coração dela. 

Quem já leu, vai entender o porque da imagem - Foco na panela 😄

O livro é muito divertido, porque tudo para a Annie é novidade, principalmente a gravidez, o mais engraçado é quando o Alex tenta ensinar a ela o básico e como ela interpreta depois (Altas risadas garantidas kkk). Preciso destacar também, que há uma enorme possibilidade de você se apaixonar completamente e irrevogavelmente pelo Alex, e implorar a Deus para encontrar alguém igual, ele até estuda língua de sinais para ensiná-la e para se comunicar com ela... #FofoDemais

— É, sem lugar a dúvidas, a garota mais bonita e encantadora que já vi em toda minha vida. 
 Annie pôs uma mão sobre seu ventre inchado, afastando o olhar. Alex se inclinou para ela, de tal maneira que voltaram a ficar frente a frente.
— Ponha-me junto a quarenta mulheres magras e me dê a possibilidade de escolher uma, e sem dúvida nenhuma escolherei você.  

Vale muito a pena ler este livro, altos índices de suspiros, o único problema é que não foi traduzido, ainda, para o português, mas recomendo muito procurarem, não haverá arrependimentos. 


O que acharam? Gostariam de levar o Alex para casa? Comentem aí.

 Beijos