quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

| Resenha | Forever Black - Sandi Lynn

 
Título Original: Forever Black

Título no Brasil: Black para Sempre

Autora: Sandi Lynn

Série: Trilogia Forever #01

Número de Páginas: 256

Ano: 2015

Editora: Valentina

Idioma: Português





Sinopse: 
O primeiro livro gira em torno de Ellery, que sempre imaginou que seu futuro estaria ao lado de seu namorado perfeito e seus felizes para sempre estava garantido. Entretanto, quando ele faz suas malas e pede espaço, ela vê seu mundo ruir e decide focar somente em suas pinturas e desistir de relacionamentos, até que em uma noite ajuda um homem completamente bêbado a chegar a sua casa em segurança. Um homem que logo estará disposto a brigar por um futuro ao lado de Ellery e apoiá-la quando seu mundo estilhaçar novamente.


Possuo uma história com esse livro, alguns anos atrás,eu comecei a lê-lo e abandonei (não me lembro exatamente porque, pois tinha gostado na época), então este ano, vendo ele, decidi dar uma segunda chance e aí vem a minha opinião um tanto quanto divergente. Vocês irão entender no decorrer da resenha. 

Primeiramente, não é um livro ruim, mas também não é um livro maravilhoso, (confuso, eu sei), por isso dei 3 estrelas. O grande "quê" foi a quantidade de clichê do livro, aquela mesma temática típica dos NA (New Adult), CEO multimilionário, jovem, bonito (entende-se hot) ele nos mostra: aquela necessidade de controlar tudo e todos, trauma da adolescência, ex maluca, e principalmente, não quer compromisso sério, e então aparece a mocinha que vai revirar o mundo dele - Diga-se que a Ellery me surpreendeu pela personalidade forte que tem.

Mas vamos a história do livro... O livro desenvolve-se no ponto de vista da Ellery, que é uma garota que passou por muitos "baques" na vida em tenra idade, o que lhe fez uma pessoa muito independente, que sabe enfrentar os problemas da vida com determinação, inclusive a mesma está em uma situação preocupante na estória. Ela possui uma amiga, Peyton, linda de morrer, é claro, que a leva a um clube/bar para distrair a mente do mais recente sofrimento e é lá que conhece o grande e magnifico Connor Black, o problema é que ele não está nas melhores condições, diga-se sóbrio e é expulso do clube. Então, a nossa protagonista decide levá-lo para casa para ter certeza que está bem (Adendo: Ela nem conhece o cara e vai com ele para a casa dele) e lá passa a noite cuidando dele, até a manhã onde ele é grosseiro com ela e a mesma o enfrenta com garra antes de ir embora e é daí que se desenvolve toda a história dos dois.


Cada um dos dois possui um segredo, que não contam um ao outro, inclusive o de Elle é tocante, e o Connor é um fofo com ela (apesar das diversas brigas, inclusive algumas sem sentido) e não desiste por nada, o que é um ponto positivo para ele.

Meu grande problema com a estória é como as coisas acontecem rápido (acho inaceitável), dizer que te amo sem nem ter tipo um relacionamento previamente, não compreendo, sou cética mesmo. Como disse antes, eles tem brigas do nada, por questões muito bobas, que faz da Elle, até então uma personagem muito forte, se tornar muito imatura e insegura, e digo o mesmo sobre o Connor. Tive inclusive que ser muito guerreira para continuar, porque a vontade de desistir foi grande.

No mais, recomendo o livro, é um romance água com açúcar, apesar das cenas picantes, a leitura é rápida, com capítulos curtos e te deixam um pouco curiosa(o). Com um final bem especial, vale a pena você tirar suas próprias conclusões.

"Eu te amo não só pelo que você é, mas pela pessoa que me tornei por sua causa. Este é o meu para sempre para você."
 Então, o que acharam? Tiveram vontade de ler o livro? Quero a opinião de vocês!

Beijos